Novos casos de covid estão surgindo e se proteger é essencial

Porque continuar usando máscaras

Desde o começo da vacinação contra a COVID-19, tivemos muitos avanços importantes no combate à doença. Dados apontam que mais de 80% dos adultos brasileiros acima dos 18 anos já estão com o calendário de duas doses de vacinas completo.

“A notícia é extremamente animadora e mostra os frutos que a cultura brasileira de se vacinar gerou.”

Mesmo neste cenário otimista, o uso de máscaras ainda é recomendado por autoridades da saúde para que o número de casos da doença não aumente e para evitar a criação de novas cepas do vírus. Confira abaixo 5 motivos para você continuar utilizando máscaras.

Evita a transmissão pelo ar

Pesquisas já revelaram que a transmissão do vírus através de superfícies contaminadas é muito pequena e que a principal forma de contágio é pelo ar através de minúsculas partículas contaminadas.

Protege em ambientes fechados e aglomerados

Locais com pouca ventilação de ar e com muitas pessoas são lugares perigosos e muito mais fáceis de disseminar o vírus. É imprescindível o uso de máscaras de qualidade nesse momento para não ser contaminado.

É uma aliada à vacina

Nenhuma vacina impede de contrair o vírus, elas apenas diminuem, e muito, as chances de complicações e internações devido à doença. A única forma de evitar que você contraia e transmita o vírus é por meio do uso de máscaras.

Combate à criação de novas variantes

O contato entre pessoas vacinadas e não vacinadas é a fórmula perfeita para que novas variações do vírus surjam. Por isso, usando máscaras, evitamos que os diferentes tipos de vírus criem mutações que as vacinas não podem proteger.

Impede a contaminação e, consequentemente, as sequelas

Já é sabido que a COVID-19 pode causar inúmeras sequelas a pacientes recuperados, como fraqueza, dificuldades para dormir, ansiedade e depressão. Máscaras protegem da contaminação do vírus e, consequentemente, de possíveis sequelas.

“Um estudo da Universidade de São Paulo revelou que cerca de 60% dos pacientes internados ainda possuem algum tipo de sequela um ano depois da alta.”

A máscara Camesa

Nossa máscara possui tecido duplo feito de 60% algodão e 40% poliéster branca, com elástico para as orelhas. A produção é feita em oficinas parceiras que seguem todos os protocolos e normas de segurança e saúde de todos os envolvidos. O material maleável se adapta confortavelmente ao rosto e a lavagem é extremamente fácil. faça uma lavagem antes do primeiro uso deixando-a de molho por 20 minutos em uma mistura de 1 litro de água e 10ml de água sanitária. Em seguida, lave-a com água e sabão. Depois de seca, passe com um ferro quente e guarde em um local limpo e seco. A recomendação de lavagem após o primeiro uso é a mesma.

Queremos saber sua opinião!