cinco dicas sobre o que analisar na hora de comprar o melhor piso para o seu apartamento

Saiba escolher o piso ideal para valorizar o seu imóvel

No projeto de decoração de uma casa ou apartamento, seja para investir ou para morar, é fundamental saber escolher o piso certo para revestir o chão e as paredes. Além de tornar o ambiente mais agradável esteticamente e contribuir com a funcionalidade, o acabamento certo pode valorizar o preço da propriedade e até facilitar a revenda.  

No mercado, existe uma grande variedade de pisos, com cores, materiais, formatos e estilos diversos, mas a escolha precisa estar pautada em critérios que vão além da estética e do custo.  

Cada ambiente requer o uso de um tipo de piso específico, levando em consideração a limpeza, instalação, manutenção e durabilidade. 

Para te ajudar nessa escolha, o blog de Camesa preparou cinco dicas sobre o que analisar na hora de comprar o melhor piso para o seu apartamento.  

Ambiente 

Como cada ambiente do apartamento apresenta características e funções específicas, o acabamento pressupõe o uso de pisos que se encaixem conforme cada cômodo. Para isso, é essencial avaliar se o local é seco ou molhado, se recebe luz direta do sol, o tipo de superfície, etc.  

Resistência 

Uma das maiores preocupações de moradores que estão construindo ou reformando um imóvel é investir em materiais resistentes e de qualidade, que tenham uma boa durabilidade. Todos querem evitar a necessidade de realização de reparos e troca de pisos por um bom tempo. Para isso, é preciso pesquisar materiais resistentes e duradouros.  

Alguns são mais indicados, como: 

  • Granito:  por sua alta resistência à abrasão e longevidade;  
  • Pisos vinílicos, que chegam a durar 15 anos;  
  • Pisos laminados que, apesar de serem mais frágeis, são muito utilizados por terem uma aplicação simples e um visual elegante; 
  • Piso de cerâmica, que é bastante resistente contra impactos, manchas, lascas, apresenta uniformidade no tamanho e chega a durar de 25 a 50 anos.  

Conforto térmico 

Na hora de avaliar o piso, leve em consideração o clima da região onde o apartamento está localizado. O comportamento dos pisos em determinadas temperaturas influencia diretamente o conforto térmico do ambiente. Se a cidade for quente, é bom optar por pisos de porcelanato, pedra, mármore e cerâmica, uma vez que esses materiais retêm menos calor e proporcionam frescor para os cômodos. Por outro lado, se você morar em um apartamento em uma região mais fria, o recomendado é investir em pisos laminados ou vinílicos, que retêm mais a temperatura e tornam o ambiente mais quentinho e aconchegante.  

Brilho  

Pisos mais brilhosos costumam refletir mais a luz que chega por meio das janelas ou a própria luz artificial das lâmpadas. Como consequência, o excesso de iluminação pode atrapalhar o conforto visual dos moradores. Fique de olho! 

Facilidade de limpeza e manutenção 

A limpeza e manutenção dos pisos é outro elemento que influencia diretamente na durabilidade e qualidade do material. Por exemplo, pisos de madeira não combinam com a limpeza realizada com materiais solventes ou abrasivos. É importante utilizar produtos indicados pelo fabricante, como é o caso de cera e verniz. Já o piso de granito é simples, basta utilizar sabão neutro e um pano úmido para remover a sujeira. Por sua vez, o porcelanato requer cuidados e não pode entrar em contato com produtos abrasivos, além de ser mais vulnerável a manchas e arranhões.   

Queremos saber sua opinião!