Uma casa decorada pensando em acessibilidade

saiba como criar um ambiente seguro e com mobilidade

Acessibilidade: como decorar casas de pessoas com deficiência

Para estimular a inclusão de pessoas com deficiência na sociedade é necessário que as ruas, o transporte e os lugares comuns ofereçam acessibilidade. Além de manter a população integrada, garante a autonomia do indivíduo.

No entanto, além de locais aptos para receber pessoas com algum tipo de deficiência, a decoração da casa também pode ser mais acolhedora e charmosa para este público.

Uma casa decorada pensando em acessibilidade atende às individualidades de cada membro da família, sejam elas relacionadas a dificuldades físicas, motores, neurológicas ou intelectuais. É bom ter bem claro o objetivo de criar ambientes seguros que garantam a mobilidade e a individualidades de todos.

Detalhes no dia a dia

Um bom início é deixar as prateleiras mais baixas que a altura convencional, assim todos os moradores terão acesso. O mesmo pode ser feito com quadros ou pôsteres.

No chão, marcadores e placas braile são itens que não podem faltar para deficientes visuais. Estes acessórios os ajudam a se orientar pelos ambientes. Etiquetar as gavetas informando o conteúdo também auxilia em sua independência. Muitos são responsáveis por arrumar seus pertences e até colaborar nas tarefas domésticas.

Lembre-se de manter o local sempre organizado e evitar mudar os objetos de lugar. Isso é benéfico para os pacientes com deficiências intelectuais, que necessitam manter a regularidade na rotina.

Banheiros para pessoas com deficiência

Para uma residência com cadeirantes, a largura das portas deve ser de, no mínimo, oitenta centímetros, para facilitar a passagem. Já as maçanetas de alavanca ajudam o abrir e fechar das portas. Além disso, instalar barras no banheiro, um piso antiderrapante dentro do box ou área de banho e ajustar a altura dos interruptores já promove mais segurança para quem possui dificuldades de locomoção.

Tapetes na decoração

Este é um item bastante delicado na decoração de uma casa para pessoas com deficiência. Os tapetes podem ser grandes barreiras para a locomoção, causando escorregões e até quedas. Por isso, evite colocá-los em áreas de passagem. Caso queira usar a peça em sua decoração, dê preferência por tapetes que fiquem rentes ao piso com, no máximo, 5 mm de espessura.

No banheiro, os tapetes têm um efeito contrário. Quando emborrachados ou fixos no chão, podem evitar tombos e garantir mais segurança para os moradores.

Automação pode ser grande aliada

A automação de certas funções pode ser uma grande aliada para a adaptação da casa. A tecnologia permite o controle da iluminação, das cortinas, entre muitos outros itens, por meio de comando de voz. Para quem tem dificuldades de mobilidade, a automação já facilita tarefas comuns do dia a dia.

Queremos saber sua opinião!